Quais são as técnicas usadas para transplante capilar?


Os princípios que tange ambas as técnicas são parecidos: acontece a retirada de unidades foliculares de uma região com que apresenta fios permanentes e sua posterior colocação nas áreas de calvície ou rarefação de fios.

No entanto, elas também apresentam diferenças no procedimento e é isso que vamos te explicar aqui:


Técnica FUE

Essa é uma técnica muito moderna, ela é realizada através da extração de unidades foliculares fio por fio, sendo assim, não produz a cicatriz típica do transplante capilar permitindo ao paciente a utilização de qualquer corte de cabelo após o transplante concluído.

O procedimento de transplante pela técnica FUE, por ser mais "artesanal", pode ser um pouco mais longa, em média de 6 a 8h e consequentemente, dependendo da necessidade, extraímos entre 4 a 5.500 folículos.


Técnica FUT

Essa técnica consiste na retirada de uma faixa de couro cabeludo da região occipital, com comprimento e espessura variáveis, a depender da circunferência da cabeça e da elasticidade do couro cabeludo, quanto maior o comprimento e a espessura da faixa maior será a quantidade de fios que serão transplantados durante a cirurgia.

Em geral, podem ser transplantados também entre 4 a 5 mil folículos, com a desvantagem dessa técnica de deixar pequenas cicatrizes no paciente, dificultando cortes de cabelo mais raspados, onde essa marca pode ficar aparente.

Ambas as técnicas tem como finalidade devolver ao paciente sua autoestima, além de oferecer o melhor resultado possível para ele.


No Centro Médico Capilar, utilizamos a técnica FUE em nossos pacientes, e, para isso, contamos com uma equipe multidisciplinar altamente treinada e especializada no procedimento. Afinal, para atingir resultados naturais e imperceptíveis, é necessário que a equipe tenha domínio absoluto da técnica!


Venha conhecer nossos profissionais e tirar todas suas dúvidas sobre o assunto! Te esperamos


10 visualizações0 comentário
fale conosco PNG.png