top of page

Qual a relação do envelhecimento com a queda capilar?



À medida que envelhecemos, é comum notarmos mudanças em nosso corpo, e os cabelos não são exceção. O fenômeno da queda capilar torna-se mais perceptível à medida que avançamos na idade, especialmente na chamada terceira idade. Esse processo, conhecido como alopecia senil, pode ser atribuído a uma série de fatores que afetam a saúde e a vitalidade dos folículos capilares.

Um dos principais motivos da queda capilar na terceira idade é o envelhecimento natural do corpo. Com o passar dos anos, ocorrem alterações fisiológicas que impactam o ciclo de vida do cabelo. O crescimento capilar torna-se mais lento e os folículos capilares tendem a diminuir de tamanho, resultando em fios mais finos e frágeis. Além disso, a produção de melanina, responsável pela pigmentação dos cabelos, diminui gradualmente, levando ao surgimento de cabelos grisalhos ou brancos.

Outro fator que contribui para a queda capilar na terceira idade é a redução dos níveis hormonais. Durante o envelhecimento, ocorrem mudanças nos hormônios sexuais, como a diminuição dos níveis de estrogênio e testosterona. Essas alterações hormonais podem afetar o ciclo de crescimento do cabelo, levando à queda excessiva.

Além dos fatores biológicos e médicos, o estilo de vida também desempenha um papel importante na saúde do cabelo na terceira idade. Fatores como estresse, má alimentação, tabagismo e excesso de exposição ao sol podem contribuir para a queda capilar e o envelhecimento precoce dos fios.

Embora a queda capilar na terceira idade seja um processo natural e inevitável para muitas pessoas, existem medidas que podem ser tomadas para minimizar seus efeitos. Manter uma dieta equilibrada, praticar atividades físicas regularmente, evitar o estresse e seguir um bom regime de cuidados capilares são passos importantes para manter a saúde e a vitalidade dos cabelos na terceira idade. 

Em relação a essa condição, notamos um aumento na procura de transplante capilar por pacientes da terceira idade. Corresponde em média 25% dos pacientes querendo tratar e recuperar o cabelo, além de adequar sua imagem a seu estilo de vida. Muitos pacientes aposentados continuam com sua vida ativa e, à procura por tratamentos estéticos, contribui com essa rotina.

Além disso, para aqueles que desejam recuperar a densidade capilar perdida, o transplante capilar é uma opção eficaz. Consultar um especialista em saúde capilar pode ajudar a determinar se o transplante capilar é a escolha certa para você. Com os cuidados adequados, é possível desfrutar de cabelos saudáveis e bonitos em todas as fases da vida.

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


fale conosco PNG.png
bottom of page