top of page

Diferença entre tratamento clínico e terapia capilar.



No universo dos cuidados capilares, frequentemente nos deparamos com dois termos que podem causar certa confusão: tratamento clínico e terapia capilar. Ambos são essenciais para a saúde e beleza dos cabelos, mas suas abordagens e objetivos são distintos. Vamos explorar as diferenças entre esses dois tipos de cuidados capilares para entender melhor como cada um pode beneficiar a saúde e a estética dos fios.

O tratamento clínico capilar envolve o diagnóstico e a abordagem de condições específicas do couro cabeludo e dos fios que exigem intervenção médica ou dermatológica. Essas condições podem variar desde problemas comuns como caspa, oleosidade excessiva, queda de cabelo até condições mais complexas como alopecia areata, dermatite seborreica, entre outras.

Geralmente, o tratamento clínico capilar é realizado por dermatologistas especializados em problemas relacionados ao cabelo e ao couro cabeludo. Após um exame minucioso e, em alguns casos, análises laboratoriais, o dermatologista prescreve medicamentos tópicos, orais ou tratamentos específicos para tratar a condição em questão. Esses tratamentos podem incluir o uso de shampoos medicamentosos, loções tópicas, suplementos vitamínicos, entre outros.

O objetivo do tratamento clínico capilar é tratar as condições de saúde que afetam diretamente a qualidade dos cabelos e do couro cabeludo, promovendo a recuperação da saúde capilar e prevenindo danos mais graves.

Por outro lado, a terapia capilar é uma abordagem mais holística e estética que visa melhorar a aparência, bem estar e a saúde geral dos cabelos e do couro cabeludo. Embora não seja uma intervenção médica, a terapia capilar é conduzida por profissionais treinados em técnicas de cuidados capilares e terapias de relaxamento.

Durante uma sessão de terapia capilar, o profissional realiza uma avaliação detalhada dos cabelos e do couro cabeludo, identificando possíveis problemas como ressecamento, quebra, falta de brilho, entre outros. Com base nessa avaliação, são oferecidos diversos tratamentos e procedimentos, como hidratação profunda, massagem no couro cabeludo, tratamentos de queratina, reconstrução capilar, entre outros.

A terapia capilar também pode incluir o aconselhamento sobre hábitos de cuidados pessoais, como a escolha adequada de produtos capilares e a adoção de uma rotina de cuidados diários para manter a saúde e a beleza dos cabelos a longo prazo. Além disso, a mesma prática pode potencializar o tratamento clínico, contudo tendo necessariamente uma pessoa especializada nesta prática menos invasiva. 

Portanto, enquanto o tratamento clínico capilar é focado na abordagem médica e no tratamento de condições específicas do cabelo e do couro cabeludo, a terapia capilar é mais voltada para a estética e o bem-estar geral dos cabelos, oferecendo uma variedade de tratamentos e procedimentos para melhorar a aparência e a saúde capilar. Ambos são importantes e complementares para garantir cabelos saudáveis, bonitos e bem cuidados.

24 visualizações0 comentário

Kommentare


fale conosco PNG.png
bottom of page